7 mentiras que as pessoas contam quando o assunto é LIDERAR

Há pessoas que conseguem tudo o que querem.

Por que será?

Dentro ou fora do ambiente de trabalho, não tem jeito: o conceito de liderança é frequentemente usado no dia a dia de todos nós, não é mesmo?! Mas, afinal, você sabe o que efetivamente significa liderar?

lideranca
Fonte: https://www.nibo.com.br/blog/15-atitudes-para-ser-um-lider-de-sucesso/

São muitas as correntes de pensamento que estudam o comportamento humano justamente para compreender determinadas características e perfis. Por exemplo, por que alguns são líderes e outros serão eternamente liderados? Muitos psicólogos entendem que há pessoas com capacidade para motivarem a si mesmas e que isto seria o bastante para torná-las sinônimo de sucesso.

No entanto, alguns estudiosos da mente e do comportamento destacam que a pessoa que almeja ser líder, na vida pessoal e/ou profissional, precisa ter coragem! Prova disso é que a história da humanidade e das grandes conquistas demonstram que ter coragem é o primeiro passo para se atingir um objetivo, para se mudar uma cultura.

Nesse sentido, pontua-se que, ao delegarmos atividades ou propormos desafios aos colaboradores e parceiros, que acreditamos que eles/elas são capazes de cumprir, estamos oportunizando-lhes a chance de agirem com coragem e superarem os próprios limites, transporem suas barreiras.

Coragem, por sua vez, implica em sair do lugar, arriscar, tentar, não se acomodar. O líder é a figura, dentro das organizações – por exemplo – que desacomoda as pessoas, mobiliza ideias e reflexões, interfere de modo construtivo nas relações.

Um dos pesquisadores mais famosos do mundo, na área da Psicologia, é Daniel Goleman, especialista em ciência comportamental, inteligência emocional e teorias de liderança. Para Goleman, o mundo está prestes a viver instabilidades no mercado de trabalho, porém as características fundamentais de um líder continuarão as mesmas.

Em uma realidade na qual a mulher representa grande parte da força de trabalho no mundo, as que ocupam cargos de liderança ainda são minoria. De acordo com estudo da 15ª edição da International Business Report (IBR – Women in Business 2019) realizado pela Grant Thornton, no Brasil, a proporção de mulheres em cargos de liderança foi para 25%, quatro pontos percentuais menor em relação a 2018 e saindo da média global de 29%.

Segundo o entendimento de pessoas em cargos de direção, ser gestor é planejar e executar, ser líder é inspirar. Para o professor e filósofo brasileiro Mário Sérgio Cortella, o líder precisa ser inspirador e sair do óbvio.

A seguir, listamos 7 mentiras que as pessoas contam quando o assunto é liderança::

  • O líder é forte, determinado; é seguro, não tem medo. MENTIRA. Sentir fraqueza e ter medo da decisão a ser tomada faz parte da rotina de qualquer líder. Assumir que você não tem todas as respostas demonstra sua maturidade e gera conexão com o time, porém o desafio é assumir que existe algo a resolver e dar a melhor solução naquele momento.
  • O líder sabe escolher com maestria quem vai compor seu time já na entrevista. MENTIRA. Não é tão simples, em uma entrevista de minutos, saber se realmente aquela é a pessoa ideal para o cargo. Você observa comportamentos, atitudes e propõe alguns desafios para ter ideia de como o candidato se comporta, mas só conhecerá o caráter e as competências com o tempo.
  • Um líder geralmente tem o time nas mãos, pois é adorado por todos. MENTIRA. Todas as decisões geram contentamentos e descontentamentos, agradar a todos não é tarefa do líder, mas tomar decisões pensando na coletividade, sim. Então, cobrar resultados e dar um feedback mais duro, quando necessário, é normal, mesmo trazendo desagrados temporários.
  • Um líder é democrático, sempre pergunta o que seu time quer antes de agir. MENTIRA. Nos negócios, não há democracia. Ouvir e acolher o time é importante, mas a decisão é baseada nos objetivos a longo prazo e isso não significa agradar a todos.
  • Um líder não demite, ele desenvolve pessoas sempre. MENTIRA. Com o tempo, sabemos quem é passível de desenvolver e que, inclusive, poderá voar longe e deixar a empresa. Já outros permanecerão com a missão de crescimento e outros serão promovidos para o mercado. Laranja podre precisa ser removida da cesta.
  • Um líder não se sente só, o time o apoia sempre. MENTIRA. Boa parte das decisões de um líder são solitárias. Na verdade, quanto o maior o cargo na empresa, maior o distanciamento e menos frequentemente as opiniões são solicitadas, apenas conselhos de quem tem o skin in the game.
  • Um líder sabe muito, difícil ter algo que ele não tenha conhecimento. MENTIRA. Você terá muito a aprender todos os dias. A verdade é que você descobrirá, cada vez mais, que sabe pouco ou quase nada sobre muitos temas e mercados e vai mudar de ideia muitas vezes. E, se sentir o oposto, pode ter certeza de que está no caminho errado. Liderar é aprender e desaprender constantemente.

Em outras palavras, a função do líder é extrair o melhor de cada colaborador(a) com o objetivo de assegurar resultados positivos para a organização. Entretanto, para conseguir isso, o gestor precisa focar no desenvolvimento de competências e incentivar a melhoria contínua dos membros da equipe.

Cabe ao líder, ainda, gerenciar pessoas, delegar tarefas, avaliar desempenhos, mediar conflitos, solucionar crises, acompanhar resultados, dentre outros. Nesse sentido, poder contar com uma liderança que encoraja e se preocupa com o aperfeiçoamento das habilidades dos funcionários é essencial para formar um time de alta performance, por exemplo. Além de garantir um ambiente de trabalho mais harmônico e produtivo, esse incentivo contribui para a retenção e valorização de talentos.

Como você já deve ter percebido, liderar equipes é uma tarefa complexa, exige competências técnicas e socioemocionais. De modo geral, um líder necessita de determinadas habilidades e atitudes, tais como: empatia; comunicação assertiva; escuta sensível; senso crítico, dentre outras.

Segundo pesquisas recentes, o líder do futuro encontrará alguns desafios na sua jornada: liderança humanizada; inovação constante; uso da tecnologia a favor da equipe e de produtos e serviços da empresa; cuidados de saúde mental dos colaboradores; respeito à diversidade; abertura a feedbacks; orientação a mudanças; especialização(ões), dentre outros.

Agora que você já ficou sabendo um pouco mais sobre liderança, conheça mais sobre gestão através dos cursos de extensão e pós em gestão da Faculdade ITH, de Goiânia-GO.

Pós-graduação Faculdade ITH:

– MBA EM GESTÃO, ESTRATÉGIA E INOVAÇÃO EM SERVIÇOS DE SAÚDE (DIGITAL) – Saiba mais em:
https://faculdadeith.com.br/cursos/cursos-por-formacao/escolaridade/recem-formados/mba-em-gestao-estrategia-e-inovacao-em-servicos-de-saude/

– GESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA (DIGITAL) – Saiba mais em:
https://faculdadeith.com.br/cursos/cursos-por-formacao/escolaridade/recem-formados/mba-de-gestao-em-saude-publica/

– MBA EM GESTÃO HOSPITALAR – Saiba mais em: https://faculdadeith.com.br/cursos/cursos-por-formacao/escolaridade/recem-formados/mba-em-gestao-hospitalar/

Cursos de extensão ITH:

– Gestão Organizacional, Planejamento Estratégico, Modelos e Metodologias de Gestão;

– Gestão de Projetos e Gestão de Processos;

– Liderança e desenvolvimento de pessoas;

– Negociação e Gestão de Conflitos;

– Gestão da Qualidade, documentos, indicadores, protocolos, auditorias internas e Ferramentas da qualidade e aplicabilidade;

– Gestão da Informação e Comunicação nas Organizações de Saúde;

Referências

https://administradores.com.br/artigos/liderar-e-um-ato-de-coragem

https://ecchub.com.br/mulheres-e-a-coragem-para-liderar/

Confira também:

http://ithantigoa.localpos.com.br/o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-ensino-digital/

Deixe um comentário